0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Filament.io 0 Flares ×

As comemorações do Dia Mundial da Terra celebram, em 2019, quase meio século de existência. A primeira vez que aconteceu no dia 22 de abril de 1972, quando milhões de pessoas saíram para as ruas em protesto contra o impacto negativo de 150 anos de desenvolvimento industrial.

Hoje, mais do que nunca, a consciência ecológica é essencial para garantir a vida e saúde humanas, dos animais, oceanos, florestas e ecossistemas em todo o planeta.

Todos os anos, milhões de pessoas, em 192 países, participam nesta iniciativa.
Em 2018, o tema central foi a poluição causada pelos plásticos. Deste o
envenenamento e feridas causadas às espécies marinhas, passando pela utilização massiva de plásticos nos alimentos, até ao impacto na nossa saúde, devido a alterações hormonais responsáveis por doenças fatais e puberdade precoce, o crescimento exponencial de plásticos ameaça a sobrevivência do nosso planeta.
Este ano, o tema central do Dia Mundial da Terra é “Proteger as nossas espécies”, e a primeira da lista é um pequeno inseto: as abelhas. Ameaçadas pela utilização de pesticidas na produção alimentar, as abelhas são uma espécie-chave, das quais dependem outras para sobreviver, porque as fontes de alimento, incluindo nozes, bagas, sementes e frutas, dependem da polinização.

A polinização não só torna o alimento disponível para outros organismos, como também permite o crescimento da flora, que fornece habitats para os animais, incluindo outros insetos e pássaros. À medida que os polinizadores desaparecem, o efeito sobre a saúde e viabilidade de culturas e comunidades de plantas nativas pode ser desastroso. Simplesmente não podemos sobreviver sem abelhas.
A rede de promotores do Dia Mundial da Terra sugere uma série de medidas para proteger as abelhas e o ambiente, entre elas apoiar a proibição do uso de pesticidas, especialmente pesticidas neonicotinóides e plantar jardins amigos das abelhas.

Fontes:
https://www.earthday.org/earthday/
https://www.earthday.org/campaigns/endangered-species/earthday2019/