0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Filament.io 0 Flares ×

Hoje em dia passamos a maioria do nosso tempo no telemóvel e no computador.
Estudos vieram a provar que a luz que estes ecrãs emitem prejudicam além do sono, através de alterações secundárias na produção de melatonina, afetam a produção de colagénio e acelera o processo de oxidação. Esta falta de colagénio, que naturalmente já é produzido em menor quantidade à medida que envelhecemos, também pode causar irritações na tez.

“A luz azul do telemóvel ou de qualquer equipamento eletrónico causa danos nos olhos, mas estudos recentes têm mostrado que também causa danos na pele”, como afirmou Koko Hayashi, CEO da marca japonesa de cosméticos, Mirai Clinical, “Isto porque a radiação de luz atravessa todo o caminho até à parte inferior da segunda camada de pele (derme), porque é uma luz muito mais profunda do que os UVA e UVB”.

Assim, a luz azul consegue ser mais perigosa do que o UVB e do que o UVA. Este tipo de luz consegue atingir outros níveis de profundidade, além da segunda camada, o que significa que tem a capacidade de danificar o colagénio, o ácido hialurónico e a elastina da pele.

Para evitar que a sua pele seja ainda mais atingida por esta luz os especialistas recomendam proteger a pele alargando ao inverno os cuidados de verão. “O uso de protetores solares de gama alta dever ser encorajado. Estes produtos fornecem uma proteção apropriada contra os comprimentos de onda da radiação que, comprovadamente, têm um efeito indutor do cancro cutâneo, do fotoenvelhecimento e das pigmentações anómalas patológicas. Adicionalmente, têm na sua composição ingredientes que protegem a pele também de parte importante do espectro visível”,
referiu Rui Tavares Bello, médico dermatologista.

Existem outros gestos que poderá adotar: colocar uma película no ecrã do telemóvel e do tablet; instale filtros de luz azul, que ajustam a cor do ecrã para diminuir cansaço visual e perturbar menos a qualidade do seu sono, ou diminua a luminosidade dos aparelhos e evite a exposição a estes ecrãs momentos antes de dormir.

Já pode encontrar nas nossas farmácias cremes que protegem a sua pele das radiações de luz azul. A Uriage lançou em 2018 a gama Age Protect. A Martiderm apresenta a ampola Epigence Be Optima.

Pode encontrar estes produtos na Farmácia da Luz e Farmácia Prates e Mota