0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Filament.io 0 Flares ×

Tem fama de vilão e não é para menos. O colesterol é um dos maiores inimigos da saúde cardiovascular. Mas será tudo negativo quando falamos de colesterol? A verdade é que o termo é usado vulgarmente para designar o mau colesterol, aquele que, em excesso, pode acumular-se nas paredes das artérias, comprometer a normal circulação do sangue e causar complicações como o enfarte do miocárdio e o acidente vascular cerebral. O verdadeiro nome deste vilão é colesterol LDL, que significa lipoproteína de baixa densidade. Mas existe igualmente um colesterol bom. Chama-se colesterol HDL, ou lipoproteína de alta densidade, e funciona como protetor, porque ajuda a limpar o colesterol em excesso.
O herói – Colesterol HDL ou lipoproteína de alta densidade. Captura o mau colesterol para este ser eliminado do organismo.

O vilão – Colesterol LDL ou lipoproteína de baixa densidade Acumula-se nas artérias, forma placas e é um fator de risco cardiovascular

Porque precisamos de colesterol?

O colesterol é um tipo de lípido, ou gordura, produzido no fígado ou obtido através dos alimentos. É fundamental para o funcionamento do organismo, uma vez que é um componente essencial da estrutura das células do cérebro, nervos, músculos, pele, fígado, intestinos e coração. Sem esta gordura, por exemplo, a formação das hormonas associadas à vitamina D estaria comprometida.

Como melhorar os níveis de colesterol bom?

A maior parte do colesterol, cerca de 70%, é produzido no organismo, no fígado. A restante é obtida através dos alimentos. Não é possível sentir se os níveis de colesterol estão em equilíbrio ou não. Inclusive, uma pessoa magra pode ter colesterol em excesso, enquantooutra, com peso a mais pode apresentar níveis adequados. Por isso, importa controlar o nível de colesterol através de um exame de sangue. Essa informação é importante para adotar as medidas mais adequadas. Entende-se que colesterol total deve ser inferior a 190 mg/dL.
Praticar atividade física e uma alimentação equilibrada melhoram os níveis de colesterol bom e ajudam a manter o colesterol LDL nos índices recomendados.
 O exercício físico, como caminhada, corrida, ciclismo ou jogar à bola, 20 a 30 minutos, 4 a 5 vezes por semana, podem aumentar o colesterol HDL. O que importa é aumentar a frequência cardíaca consistentemente durante a atividade.
 Preferir gorduras saudáveis: peixe gordo, como a sardinha, o atum, a cavala e o salmão; e fontes vegetais como as nozes ou sementes de girassol.
 Aumentar a ingestão de fibras, presentes nos legumes, fruta ou aveia, o seu consumo diário ajuda a reduzir o colesterol LDL e a elevar o colesterol HDL.
 Reduzir os hidratos de carbono, pois o consumo excessivo eleva os níveis de triglicerídeos e reduz os de HDL. Troque os doces, refrigerantes, pão e massas, por pão, cereais e massas integrais, sumos naturais e chocolate negro, com mais de 70% de cacau.

Pode medir o seu colesterol comodamente na Farmácia da Luz e na Farmácia Prates e Mota sem marcação.

fontes:

https://www.saudecuf.pt/mais-saude/artigo/colesterol-o-bom-e-o-mau-da-fita

https://www.endocrino.org.br/10-coisas-que-voce-precisa-saber-sobre-o-colesterol/

http://g1.globo.com/bemestar/noticia/2012/08/colesterol-e-essencial-ao-corpo-mas-excesso-de-gordura-causa-doencas.html