0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Filament.io 0 Flares ×

Pequeno almoço, “mata bicho” ou café da manhã são apenas algumas das
expressões que se utilizam para definir a primeira refeição do dia.
E será que a utilização do termo “pequeno” é a correta, ou seria melhor dizer o “grande” almoço?
Há quem defenda que sendo esta a primeira refeição do dia ela deveria ser a mais importante e a mais rica. Vários nutricionistas referem que uma alimentação
saudável deve obedecer a 3 princípios muito básicos:
* Manhã – comer como um rei
* Almoço – comer com um príncipe
* Jantar – comer como um pobre
E será que já deu conta que quando tomamos o pequeno almoço num hotel
acabamos sempre por comer melhor e ficamos saciados por mais horas? É que não comer nada, de manha, está totalmente errado; comer um bolo e um café também…e o ideal é fazer dessa refeição a Grande refeição do dia. Vamos explicar porquê.
Como se percebe, após o jejum noturno é essencial restabelecer a energia e os nutrientes necessários para começar um novo dia com muita vitalidade. Durante o sono, o corpo precisa de energia para manter as funções fisiológicas básicas como a respiração e o ritmo cardíaco, entre outras. O nosso fígado armazena energia durante algumas horas, mas a reserva esgota-se e então o organismo tem de se socorrer a outras fontes de energia, como o tecido muscular.
Desta forma, o pequeno almoço deve fornecer nutrientes em quantidades
adequadas, de modo a repor os níveis de energia, regular a insulina e o cortisol. E porque queremos que se sinta bem e que cuide da sua saúde, deixamos-lhe aqui indicações importantes a ter em conta para um excelente pequeno almoço.

Sendo, portanto, o pequeno almoço a refeição mais importante do dia, coma de tudo, mas com moderação. Esse será o nosso conselho. Opte por estas indicações:
 Fruta ou sumo natural;
 Lacticínios: escolha entre o iogurte ou o leite,
 Hidratos de carbono: pão ou cereais
 Proteínas: fiambre, queijo ou peru
Atenção à manteiga! Por hábito, opte pelo queijo magro em vez da manteiga, porque é muito mais saudável e dá-lhe mais saúde.

Fonte: lifestyle; sapo;