0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Filament.io 0 Flares ×

“Desconectar para reconectar” é o lema da Digital Detox, uma das organizações que, em 2012, iniciaram um movimento em San Francisco (EUA), que pretende que as pessoas deixem de usar dispositivos electrónicos de forma constante e ininterrupta, com o objectivo de reduzir o stress e de se concentrarem na ligação às pessoas, à
natureza e ao mundo físico.
O fundador deste movimento chama-se Levi Felix e, em 2008 foi hospitalizado por exaustão: trabalhava 70 horas por semana numa start-up. Foi então que resolveu mudar de vida. Trocou o PC pela mochila e seguiu, com a namorada, pelo mundo mudando-se para uma ilha no Sudeste Asiático. A experiência foi inspiradora e, dois anos depois, criou a sua própria empresa de organização de retiros de ioga e meditação para ajudar as pessoas a ficar offline.
De facto, no tempo em que vivemos, em que grande parte do nosso dia é passado frente ao computador ou com o smartphone ligado, criaram-se dependências da internet e das redes sociais que podem causar problemas complicados de saúde.
A propósito: lembra-se da última vez que foi dormir sem dar uma última vista de olhos ao telemóvel? Ou de estar nos transportes públicos sem estar “ligado”? E já reparou no inferno em que se transforma o seu dia se, ao sair de casa, se esquece do seu telemóvel?
Para muitos de nós, a necessidade de uma desintoxicação digital é uma realidade e saiba que o tratamento é muito semelhante ao de pessoas com adições a substâncias químicas, só que em vez de químicos o que está em causa são questões comportamentais.
A ideia do digital detox, dizem os peritos, é ajudar as pessoas a encontrar o equilíbrio entre as tecnologias e o mundo real. Não está em causa abdicar do computador –até porque é praticamente impossível – mas aprender a viver de uma forma …saudável!
Neste sentido, há já clínicas e retiros organizados, em várias partes do mundo, que podem ir de tratamentos de 3 dias a seis meses e mais. Segundo alguns especialistas comportamentais, o que é importante é que cada um perceba se pode, ou não, viver sem estar em rede. E para isso basta tentar ir à rua, num fim de semana, sem levar o telemóvel consigo. Consegue?

Se não conseguiu, deixamos-lhe 5 passos para viver no mundo real:

 Assuma que precisa de uma desintoxicação digital
 Desactive as notificações
 Vá ficando gradualmente desligado
 Avise a todos os seus amigos desta decisão
 Esteja preparado para as tentações do mundo exterior