0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Filament.io 0 Flares ×

Já reparou que, por diversas vezes este ano, já cantarolou canções de Natal? E já percebeu que elaborou listas e listas com presentes para fazer ou comprar? E já se apercebeu que começou já a pensar no menú para a Noite da Consoada e para o Dia de Natal?
Pois é! O espírito de Natal contagia-nos e isso é muito bom, sem dúvida. Mas mais importante do que pensar na vertente consumista da época é pensar no que podemos fazer para que, nesta quadra, todos à nossa volta estejam felizes, tranquilos e envolvidos no espírito da partilha e respeito que o Natal nos dá!


Regra geral pensamos nas crianças, mas elas são fáceis de contentar e qualquer atitude ou sorriso as deixa felizes. No caso dos seniores, no entanto, tendemos a esquecer que temos de lhes dar mais apoio e entendimento sobre as suas necessidades e que nem sempre eles se
sentem bem fora de ambientes calmos e tranquilos.
Se o nosso desejo em cada Natal é juntar a Família e criar Harmonia entre Gerações, teremos de encontrar meios e estruturas para o fazer, porque no caso dos seniores eles necessitam de pequenas coisas que, naquela fase da sua vida, faz toda a diferença.

Uma delas é Privacidade, de Espaço e de Tempo para realizar ações diárias que para nós são simples e rápidas, mas que para eles demoram mais tempo.
Outro pormenor a que devemos dar muita atenção é a necessidade de, sempre que possível, os envolver nas conversas e nas tarefas da casa nesta fase. Eles têm mais idade mas podem ajudar e isso vai fazer com que se sintam úteis e participativos.
Outra coisa que devemos respeitar é a hora de dormir. Os avós e os bisavós, regra geral, gostam de se deitar cedo e de descansar tranquilamente. “Obriga-los” a ficar acordados até tarde para abrir as prendas, por exemplo, pode ser uma violência que os magoa e os deixa inquietos.


Este Natal, se vai reunir a Família e se vai ter na mesa de Consoada diferentes gerações, pense em como tornar esse momento agradável e harmonioso para todos. Pense nisso com carinho e amor, porque ninguém se vai lembrar se deu mais ou menos uma ou duas prendas, mas todos
se vão lembrar da forma como organizou o Natal e onde todos vão querer voltar para o ano.
Feliz Natal, com muita partilha e respeito!