0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Filament.io 0 Flares ×

As estrias são uma das maiores dores de cabeça das mulheres. E nesta altura em que o tempo melhora e calor aumenta, damos mais atenção a estas “pequenas” mazelas do nosso corpo.
Mas, afinal o que são estrias?
As estrias são cicatrizes que se formam em resultado do rompimento das fibras elásticas que sustentam a camada intermédia da pele que é formada por colagénio e elastina que asseguram a elasticidade e tonicidade da pele. Essas fibras suportam um certo limite e se o mesmo for ultrapassado e forem esticadas de forma excessiva, as estrias aparecem.
Estão associadas a mudanças repentinas no corpo, como o aumento de peso, crescimento (se for muito rápido), distúrbios nutricionais, aumento da massa muscular, medicamentos, alterações hormonais, gravidez, entre outras. Podem afetar homens e mulheres, mas têm mais incidência no sexo feminino.
Existem dois tipos de estrias, as vermelhas e as brancas. As vermelhas são as mais recentes, estas podem ser tratadas e a sua capacidade de se regenerar é grande. Já as brancas são as mais antigas, atróficas e com um leve enrugamento, indicando que existem já há algum tempo e geralmente não possuem tratamento, pois uma vez formadas não desaparecem completamente, mas é possível atenuar a sua aparência.

Qual a melhor forma de prevenir as estrias?
A melhor forma de prevenir o aparecimento de estrias, além de evitar as variações significativas de peso, é assegurar que a pele mantém a sua elasticidade. Isto é conseguido mantendo a pele bem hidratada e com bom tónus: através de uma alimentação saudável (bebendo água suficiente e consumindo alimentos ricos em vitamina E, C e zinco que ajudam a formar colagénio), pela prática de exercício físico (natação, caminhadas, ioga, bicicleta), mediante a aplicação tópica duas vezes ao dia de um hidratante que maximize a elasticidade da pele, que poderá encontrar na farmácia.

Existem vários produtos para a prevenção ou tratamento de estrias. Aconselhe-se com os nossos farmacêuticos qual o mais indicado para si.

Fontes: Body Science; Atlas da saúde