0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Filament.io 0 Flares ×

A insuficiência cardíaca é declarada quando o coração já não tem capacidade para bombear o sangue de maneira a que todo o organismo receba oxigénio e nutrientes suficientes.

Existem várias razões para isto acontecer, entre as quais destacamos:

  • diabetes
  • pressão arterial descontrolada
  • hipertiroidismo
  • miocardite (infecção do músculo cardíaco)
  • pericardite (inflamação da membrana que reveste o coração)
  • problemas nas artérias coronárias
  • arritmias
  • enfarte do miocárdio
  • problemas resultantes do consumo de álcool, tabaco e outras drogas.

Os sintomas da insuficiência cardíaca resultam do esforço suplementar do coração para fazer chegar o sangue a todo o organismo. Alguns sintomas são mais perceptíveis que outros:

  • palpitações
  • hipertrofia (aumento da espessura) do músculo cardíaco
  • inchaço de vários membros do corpo, como pés ou pernas, devido à maior retenção de sal e água pelos rins, podendo também estar relacionado com um maior número de idas à casa de banho durante a noite para urinar
  • cansaço, que ocorre após esforço ou mesmo em repouso
  • perda de apetite
  • aumento do volume do abdómen
  • tosse
  • edema pulmonar (aumento de líquido nos pulmões)
  • falta de ar, muitas vezes obrigando o doente a dormir sentado.

Para tratar esta doença podem ser prescritos vários tipos de medicamentos como:

  • diuréticos – para evitar a retenção de líquidos
  • anti-hipertensores – para controlar a tensão arterial
  • anti-coagulantes  – para evitar a formação de coágulos
  • vasodilatadores – para diminuir o esforço cardíaco.

Em casos graves pode ser colocado um pacemaker e equacionar um transplante cardíaco.

A prevenção da insuficiência cardíaca, bem como de outros problemas de saúde, é mesmo o melhor remédio.

O ideal será sempre manter uma vida saudável, com uma alimentação regrada e variada, controlar a ingestão de sal, praticar exercício físico adequando à idade, evitar o excesso de peso, não fumar ou tomar drogas, não beber em excesso e fazer um check-up médico regular.

Imagem: Novartis