0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Filament.io 0 Flares ×

Se pratica desporto e costuma tomar duche no balneário do ginásio, sem usar chinelos, corre o risco de pôr o pé na poça! O pé de atleta é uma patologia causada por fungos e deve o seu nome à facilidade de transmissão, comum em ambientes húmidos, como piscinas ou balneários públicos, e onde frequentemente os desportistas andam descalços. Na verdade, é uma doença que pode atingir qualquer um de nós. Atleta ou não, esta este fungo, altamente contagioso, transmite-se de pessoa para pessoa através do contacto com as células mortas da pele, libertadas no chão, toalhas ou outras superfícies. É mais comum no verão, uma vez que o contágio é favorecido pela água e pela areia.

Existem três tipo de “Pé de Atleta”
1 – Interdigital, a forma mais comum, manifesta-se nos espaços entre dos
dedos dos pés e pode atingir o dedo todo.
2 – Vesicular é o nome da forma mais grave e menos comum. Apresenta-se
com pequenas bolhas no peito e planta do pé e pode evoluir para feridas.
3 – Plantar, e tal como o nome sugere afeta planta do pé, o calcanhar e a zona lateral, com descamação e inflamação.

Sinais e sintomas
Quanto mais cedo identificar o problema, mais rapidamente poderá ser
resolvido. Fique atento a sintomas como:
 Comichão
 Vermelhidão
 Inflamação
 Descamação da pele
 Fissuras
 Mau cheiro
 Pele esbranquiçada e frágil
 Pele mais dura e grossa na sola do pé

Tratamento
Em infeções recentes e ligeiras, a aplicação de um antifúngico pode ser
suficiente para eliminar o problema. Existem soluções em pomada, creme ou pó. Consulte os nossos farmacêuticos e informe-se sobre qual a mais adequada para o seu caso. Em situações mais severas, ou em que o tratamento tenha sido ineficaz, o ideal é procurar uma consulta médica.

Medidas que melhoram o resultado
Enquanto faz o tratamento, alguns hábitos ajudam a melhorar a resposta
 Lavar bem os pés com sabonete e água, e secar completamente
 Manter os pés limpos e secos, sobretudo entre os dedos
 Usar meias de algodão limpas
 Trocar as meias e o calçado para manter os pés secos e saudáveis

Prevenção
O pé de atleta pode ser um problema pontual, mas também pode voltar.
Para evitar a infeção ou reinfeção:
 Use chinelos nos balneários ou piscinas públicas
 Seque muito bem os pés após o banho ou duche
 Troque as meias todos os dias para manter os pés secos
 Use pós ou antifúngicos se tiver tendência para contrair este fungo
 Escolha calçado ventilado ou arejado
 Evite usar calçado feito de plástico ou materiais sintéticos

Fontes:
https://www.farmaciasportuguesas.pt/menu-principal/bem-estar/pe-de-atleta-o- abc.html
https://www.minhavida.com.br/saude/temas/pe-de-atleta