0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Filament.io 0 Flares ×

Já ouviu falar em Roncopatia? E em ressonar? Pois saiba que são a mesma coisa e quase metade da população de Portugal convive, de perto, com este problema.
Muitas pessoas pensam que é uma situação normal, mas não é bem assim!
Ressonar é muito mais do que um incómodo, do ponto de vista familiar e social, e pode estar associado a uma doença complicada a que vulgarmente se dá o nome de Apneia do Sono (Sindrome de Apneia Obstrutiva do Sono- SAOS).

Cerca de 40 por cento dos homens com mais de 30 anos ressona e, destes, dois por cento sofre de apneia, que provoca uma queda dos níveis de oxigénio no corpo estando associada a problemas como a impotência; a perda de memoria; a diabetes, a hipertensão e até o enfarte durante o sono.


Ressonar é muito mais do que um incómodo, do ponto de vista familiar e social.

A roncopatia resulta de um som originado pela vibração do palato e das paredes da faringe, sendo mais frequente no homem, devido à anatomia da faringo-laringe, mas na altura da menopausa os valores entre homens e mulheres aproximam-se, tendendo a agravar-se com a idade. Em todo o caso há outros factores que podem favorecer o aparecimento da roncopatia, como:
 A obesidade,
 O consumo de álcool
 O tabagismo
 A toma de certos medicamentos
 A anatomia da via aérea

Portanto fique atento porque ressonar pode ser um sinal de alerta referente a problemas respiratórios muito sérios e, por isso, em caso de duvida, não hesite em contactar o seu médico ou farmacêutico.

Leia também o nosso artigo sobre Apneia em https://www.farmaciadaluz.pt/o-que-e-a-apneia-o-sono/

Fonte : DGS; revista Visão