0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Filament.io 0 Flares ×

UM BOM NATAL INESQUECÍVEL

“Houve um bom Natal na minha vida. Um bom Natal inesquecível. Um Bom Natal em que este metro e oitenta e quatro de português, que redige um português inútil, inútil português de metro e oitenta e quatro presumiu ser útil escrevendo num português inçado de erros, coxo, desmantelado – mas feliz. Foi assim: pelas onze e meia da noite de um 24 de Dezembro eu estava na redacção do jornal onde trabalhava. Veio um telegrama de Londres que dizia mais ou menos isto: “Um menino que está a morrer pediu à mãe morangos. Não há morangos em Inglaterra, por esta época do ano. A mãe foi à BBC e a BBC fez um apelo. Um avião em voo escutou-o. Transmitiram o apelo a todos os aviões do mundo. E alguns aviões do mundo atrasaram as suas partidas, transferiram de bojo para bojo um cesto de morangos que fora adquirido na Cidade do México. Os morangos chegaram a Londres.” Não havia mais no telegrama; mas era uma grande história de Natal e de amor, numa suave noite de Natal, em que seria radioso relembrar às pessoas que, por vezes, as pessoas conseguem coisas formidáveis.” 
(BAPTISTA-BASTOS in “Cidade Diária”)

Armando Baptista-Bastos viveu entre 1934 e 2017. Foi jornalista e escritor, sendo conhecido no mundo jornalístico por BB. Publicou mais de uma dezena de livros e estava a trabalhar nas suas memórias quando faleceu a 9 de Maio do ano passado.

Tivemos o enorme privilégio de o ter como utente na Farmácia da Luz ao longo de muitos anos, tendo-se tornado um amigo. Em jeito de homenagem deixamos um conto seu de Natal.

Armando Baptista-Bastos