0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Filament.io 0 Flares ×

Em 2016, dados da Direcção Geral de Saúde (DGS) revelavam que cerca de 35 mil portugueses morriam todos os anos devido a doenças cardiovasculares que continuavam a ser a principal causa de morte e representavam um terço de toda a mortalidade em Portugal. Hoje, 29 de setembro, comemora-se em todo o mundo o Dia Mundial do Coração e, por isso, é bom saber que 80 por cento de mortes prematuras por estas patologias podem ser evitadas.
Neste dia, a Fundação Portuguesa de Cardiologia, enquanto membro da Federação Mundial do Coração, quer dinamizar atividades, de norte a sul do país em conjunto com as autarquias, e reforçar a importância da prática de atividades físicas e desportivas e de um estilo de vida ativo para um coração mais saudável. Por isso a campanha de 2018 tem como tema “O Meu Coração, O Seu Coração”.
As doenças cardiovasculares podem afetar o coração e os vasos sanguineos, com destaque para a doença coronária. Todos já ouviram falar em enfarte agudo do miocárdio, que é a causa de maior morbilidade e mortalidade no mundo.

Manter uma atividade física regular é importante em qualquer idade

Os principais fatores de riscos para problemas cardiovasculares são a hipertensão; diabetes; níveis elevados de gordura no sangue; tabagismo; stress, sedentarismo, obesidade, entre outros. Daí ser muito importante estar atento aos sintomas.

Sintomas a dar atenção
 Falta de ar
 Cansaço exagerado, após a realização de algum esforço físico
 Aperto/dor no peito
 Formigueiro ou dor no braço esquerdo
 Dor na região das costas
 Taquicardia
 Tonturas
 Transpiração excessiva
 Náuseas